Site com dicas de viagens.

Fronteira Alemanha-Áustria “by car”: Hallstatt à Salzburg

Avalie esta postagem

IMG_9632

E no quarto dia da etapa “by car” saímos do lindo vilarejo de Hallstatt e fomos para Salzburg. Nesse dia também só rodamos por estradas austríacas…

Bom, seguimos sempre com paisagens belas! À exemplo do dia anterior (contei aqui o 3º dia) saímos por um túnel, da forma que entramos, e mais à frente demos mais uma parada para curtir o Lago (Hallstatt See). Ficamos por lá só apreciando a paisagem…

P1030119

Uma paradinha no lago…

P1030123

E um cisne nos cumprimentou…

P1030120

Nosso carro, estacionado à beira do lago

Depois, pegamos a estrada de volta em direção à Salzburg. Ainda passamos por alguns lugares legais. Dentre muitas coisas interessantes, que aconteceram na estrada, uma delas foi que passamos por baixo de um teleférico. Deu vontade de parar e dar uma passeio no tal teleférico e, quem sabe, ele me levaria à uma montanha mágica?

O teleférico do caminho. Em Strobl.

O teleférico do caminho. Em Strobl.

Sonhos à parte, esse dia foi um dia curto de estrada. De Hallstatt até Salzburg se gasta menos de uma hora e meia.

Uma última parada para abastecer...

Uma última parada para abastecer…

Em Salzburg

Já havia ido a Salzburg a anos atrás… Então dessa vez fui apenas reviver a cidade de Mozart, e de forma um tanto rápida! Apenas por um dia!

Nosso hotel (Altstadt Hotel Hofwirt) era super bem localizado, como os demais dessa viagem. Uma das coisas que também pesava na nossa escolha de hotéis (nessa etapa “de carro”), além da localização central, era se havia estacionamento (no hotel ou por perto). Deixamos o carro na garagem e fomos “bater perna”.

Com pouco tempo, o melhor é ir direto ao centro histórico!  Andamos e andamos pela Getreidegasse (a rua de comércio mais famosa), passamos pela Casa de Mozart… e andamos mais por outras ruelas, ruas e praças. Tudo um charme. Entramos na Catedral e na Igreja St. Michael.

Em um determinado ponto estava havendo uma feirinha e ficamos um pouco por lá nos “deliciando”!

Com o tempo curto, preferimos ficar somente passeando. Por exemplo, o famoso castelo Hohensalzburg, só o vimos de longe, majestoso “lá em cima”!

Da outra vez que fui em Salzburg era dezembro e fui no cemitério. Parece louco, mas nem sei porque fomos. Acho que havia indicações turísticas, sei lá. Só sei que estava tudo decorado com motivos natalinos e estava lindo, super legal (*). Faz tempo, viu? (risos). Meus filhotes ainda eram pequenos! Bom, nessa época também visitamos todos os museus que pudemos!

(*) Lendo o blog “Vícios de Viagem” vi que eles também fizeram esse tour pelo cemitério (risos). Aliás, quem quiser um relato detalhado e bem humorado de Salzburg super indico esse blog!

Para ver informações oficiais da cidade clique no site de Salzburg aqui

P1030146

Pelas pontes de Salzburg (rio Salzach)

P1030161

Nas nossas andanças, muitas carruagens (lindas mas… e o “cheiro” de xixi de cavalo?)

P1030154

A feirinha com artigos “de Mozart”

P1030150

Pela feirinha, nos arredores da Catedral

 Kaptel-Platz

A lateral da Catedral na Kaptel-Platz

P1030149

A casa onde nasceu Mozart (hoje um museu)

O rio...

O rio…

IMG_9618

Nas andanças…

Encontramos um restaurante super simpático numa ruazinha estreitinha e almoçamos lá (o Gasthof Goldgasse, na rua Goldagasse). Em frente tinha uma lojinha que vendia roupas “adequadas” para a Oktoberfest. Iríamos pra lá no dia seguinte e pensamos em comprar algo. Entrei na tal lojinha e vi que os preços eram bem melhores que em Halstatt. Depois do almoço fomos lá e escolhemos algo que não fosse tão caro e até que pudéssemos usar depois (hehehe).

No nosso almoço

No nosso almoço

Prost!

Prost!

 

IMG_9641

“Provando” meu “colete” (corset?) para a Oktoberfest (risos)

IMG_9636

Pelas ruazinhas…

Obs. Dessa última vez, também não fomos na parte nova de Salzburg, pois não tivemos tempo. Mas vale salientar que é lá onde fica o famoso Palácio Mirabell, que vale uma visita e cujos jardins fizeram parte do filme “A Noviça Rebelde”.

Depois continuamos a andar pelas ruas charmosas do centro… Mais tarde paramos noutro rest-bar (Carpem Diem) e sentamos na parte externa. Ficamos curtindo os passantes, o movimento, a rua (aliás era uma praça), e tomamos… O que mesmo? Acho que Santiago tomou um vinho e eu resolvi exoerimentar uma bebida lá estranha, um tal de “kombucha” (hehehe).

IMG_9644

O tal drink “kombucha”

Aí resolvemos perguntar à garçonete se tinha uma Apple Store por perto (Santiago, my nusband, havia quebrado o Iphone dele em Strasbourg, ainda na nossa etapa de bike – vejam aqui -). Bom, tinha uma num outlet (ou era um shopping mall), a uns poucos km… Mas estávamos de carro, então…

Então voltamos pro hotel pegamos o carro e zarpamos para o tal loja da Apple. Mas, antes teve uma historia. Pedimos para a recepcionista do hotel ligar pra lá perguntar se tinha um Iphone 6 (tinha!) e reservar. Era melhor ir logo nesse dia do que deixar pra ir no dia seguinte em Munique, dia reservado para a Oktoberfest. Poderiamos nem ter ido, claro. Mas Santiago não me deixaria em paz se não comprasse outro Iphone logo (risos). Então, fomos e pronto! Resolvido o caso.

Da janela do hotel...

Da janela do hotel…

A noite saimos para jantar e ficamos em dúvida entre vários restaurantes. Regional? Adoro, mas…Já havíamos ido em tantos! Terminamos optando por um italiano (pois é, nessas regiões da Áustria e Alemanha por onde andamos é lotado de restôs italianos).

Bom, escolhemos o L’Osteria porque tinha muita gente e nos pareceu legal. Ledo engano! Serviço péssimo! Mas, depois de um bom tempo (bom?) chegou nossa comida e “deu certo”. Era animado, a comida até boa, mas nada demais e as garçonetes “chatinhas”. Acho que porque fica na área de turistas ou porque é tipo uma franquia, sei lá! Bom, claro que tem gente que gosta, afinal estava lotado! Mas, não adianta se estressar nessas situações, pois quando se resolve arriscar um local “na hora” podemos ter surpresas boas ou ruins, né? É a vida!

Bom, depois desse dia em Salzburg, nos restava o quinto e último dia “by car” pelas estradas fronteiriças da Áustria e Alemanha. No quinto dia iríamos para Munique. Contarei noutro post (clique aqui para ler)!

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Comentário para Fronteira Alemanha-Áustria “by car”: Hallstatt à Salzburg

  • Olá Ana, agradeço muito pela menção e indicação ao blog! Muita gentileza sua 😉 Seu post está ótimo e me deu muita vontade de voltar correndo pra Europa. Beijos

    Carol Guelber 29 de novembro de 2014 18:10 Responder
    • Oi Carol; Seu blog é ótimo! Parabéns e obg!

      Ana Célia 1 de dezembro de 2014 15:18 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: