Site com dicas de viagens.

Chichén Itzá, México (by Eloah Cristina)

Avalie esta postagem

1) Um Destino:

Chichén Itzá no México

2) Uma história interessante

Nas férias deste ano visitamos Cancún e aproveitamos para ir até Chichén Itzá. Localizada no estado mexicano de Yucatán funcionava como capital da civilização Maia. Considerada patrimônio mundial da Unesco desde 1988 e eleita uma das novas maravilhas do mundo em 2007. Chichén Itzá reúne os maiores edifícios das antigas cidades do povo Maia.

O principal templo do lugar é a pirâmide Kukulcán (1ª foto, acima). Quer dizer Serpente Emplumada, no antigo idioma Maia. Lá faziam-se rituais de sacrifício e de oferendas.  A construção é magnífica, com 4 escadarias de 365 degraus, 9 níveis e o patamar superior onde encontrá-se o templo.  Cada uma das faces da pirâmide esta alinhada com um dos pontos cardeais. E todos os detalhes tem um grande significado segundo a tradição Maia. Com diferentes fenômenos de luz e sombra nos solstícios e equinócios. Ao se aproximar, experimente bater as palmas das mãos em frente as escadarias e ela irá emitir um som com uma acústica incrível, parecido com o canto de um pássaro.

Ruínas Maias – Chichén Itzá

No templo dos guerreiros você irá ver fileiras de pilares com entalhes retratando as figuras elite de Chichén, e era utilizado apenas para rituais.

A praça das mil colunas, é uma a floresta de pilares gigantes antes sustentava tetos de madeira e sapé. Era o principal lugar para negócios na cidade, com compras, vendas e discussões.

A Praça de Mil Colunas

O esporte praticado pelos maias era um jogo de bola em uma quadra. O objetivo do jogo é muito similar ao nosso futebol de hoje, mas a bola não pode tocar o chão até alcançar o lado final da quadra (supostamente até fazer o gol), a bola só podia ser tocada com os ombros, peito e quadris, por isso marcar um ponto era muito mais difícil.

3) O que é imperdível

No caminho para Chichén Itzá é possível visitar um maravilhoso cenote chamado Ik-Kil. Antigamente eram visitados pelos peregrinos maias. Os cenotes são cavidades alimentadas por águas subterrâneas, sempre frias e doces. O Ik-Kil possui cerca de 60 metros de diâmetro e 40 metros e profundidade.

Cenote Ik-Kil – México

5) Sobre a entrevistada

Eloah Cristina é coordenadora de projetos, abandonou a vida nas agências de publicidade e resolveu se envolver no mundo dos blogueiros. Apaixonada por design, tecnologia e fotografia, adora viajar o mundo e compartilhar suas experiências. Tem um blog em parceria com Amanda Fernandes que é apaixonada de longa data por gastronomia. Tão apaixonada que decidiu entrar de cabeça e abriu seu próprio blog deixando uma vida estável de dez anos como funcionária pública. No Marola com Carambola ela se dedica criando receitas deliciosas… Juntas viajam o mundo, conhecem restaurantes, bares… E, claro devoram todas as receitas que são postadas no blog delas!

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: