Site com dicas de viagens.

Dicas | Natal

Avalie esta postagem

Natal é uma cidade famosa por suas praias.

No mais, vale dar uma passada pelo bairro da Ribeira e ver alguns casarões antigos e uma rápida passada pelo centro onde ainda se pode ver a Catedral antiga e alguns prédios como a Prefeitura e o Solar Bela Vista. O lance é que essa parte histórica anda um tanto descuidada…

Das praias urbanas, pro lado norte, vale a pena dar uma passada pela orla que contempla as praias: “Dos Artistas”, “Do Meio” e “Do Forte”. Essa última é a única que dá pra arriscar uma banho de mar. É quase uma piscina e é onde fica o Forte dos Reis Magos que também vale uma visita.

Pro “lado sul”, é interessante passar pela Via Costeira* curtindo a beleza do mar, e chegar até Ponta Negra ou vice-versa.

*Famosa via expressa litorânea natalense, a Via Costeira possui uma extensão de cerca de 10 quilômetros, margeada por lindas praias e dunas. Com águas calmas e muito limpas, as praias da Via Costeira são frequentadas, basicamente, por hóspedes dos hotéis de alto padrão localizados ao longo de sua orla. Possui um calçadão com ciclovia, utilizado para caminhadas com uma belíssima vista para o mar. A Via Costeira é uma continuação da praia de Ponta Negra, interligando o litoral sul ao litoral norte da cidade de Natal. Um dos lados da via fica totalmente tomado pelo deslumbrante Parque das Dunas.

Ponta Negra é uma praia famosa pelo seu morro, o Morro do Careca. Infelizmente Ponta Negra anda um pouco descuidada e muito barulhenta. “Carrinhos” vendendo CDs piratas com músicas de péssima qualidade (pelo menos pra mim) e uma mistura de sons “nas alturas”. Um pessoal lhe abordando a toda hora pra oferecer as cadeiras de praia e outras coisitas mais… Pra quem gosta… By the way, o banho de mar continua sendo bom.

5452302812_3e1974fcb3_b1) Atividades ao Ar Livre

Para quem gosta de bike, uma boa pedida é pedalar pela Via Costeira e curtir a beleza do mar durante o pedal. Também se pode caminhar pelo calçadão dessa “Via”. Às vezes caminhar com o pé na areia das praias quase desertas que estão na Via Costeira também é legal. Até passar de carro curtindo a natureza: de um lado o mar e do outro as dunas. A vista por aí é espetacular! Cura qualquer estresse!

No Parque das Dunas* (uma reserva de mata atlântica) se pode fazer passeios a pé, com guias, por trilhas naturais. São três trilhas legais (começando pelo setor do Parque chamado Bosque dos Namorados). Essas trilhas (Perobinha, Peroba e Ubaia Doce) começam no Parque e terminam nas dunas da Via Costeira (existem dois mirantes no final onde é possível ver a bela paisagem das praias e até do Morro do Careca). A maior delas tem duas horas e meia de duração e a menor apenas quarenta minutos (ida e volta). Devem ser agendadas antecipadamente (55 84 3201 3985/ 32014440 – parquedasdunas@rn.gov.br)

*É o maior parque urbano sobre dunas do Brasil, exercendo fundamental importância para a qualidade de vida da população natalense, contribuindo tanto na recarga do lençol freático da cidade, quanto na purificação do ar. Seu ecossistema de dunas é rico e diversificado, abrigando uma fauna e flora de grande valor bioecológico, que inclui diversas espécies em processo de extinção.

Além disso, no Parque das Dunas, muita gente vai simplesmente caminhar no próprio parque. E, aos domingos muitas famílias vão para fazer piqueniques, levar as crianças para brincar, passear e assistir ao Projeto Som da Mata ( música instrumental – Bossa Nova, Rock, Choro, Pop, Samba, Clássico – executada por artistas potiguares no Anfiteatro Pau-brasil, sempre aos finais de tarde de domingo).

E pra quem gosta de programas que fazem parte da cultura da cidade, a dica é dar uma passada na Feira Livre do Alecrim. Fundada em 1920, a famosa feirinha (de formação espontânea) acontece aos sábados e reúne comidas, quinquilharias, cores, calor e preços ótimos. Prepare-se para encontrar uma multidão desbravando as barraquinhas. Mas, não espere organização!

5e5689524b59d5ef187c9338c44d651e93a1ee4409e8c1ef18c9fc6c15daa1442) Passeios (Praias nos arredores de Natal)

Nos arredores de Natal, vale a pena alguns passeios. Veja a seguir.

Litoral NorteGenipabu (com suas famosas dunas e passeios de buggy “com ou sem emoção”!), Jacumã, Porto Mirim, Muriú, etc. (melhor alugar um buggy, com motorista, e fazer o passeio completo por várias praias e lagoas: qualquer hotel indica).

Pra quem tem crianças tem um parque aquático (Manoa) na praia de Maracajaú. Na mesma praia, pra quem gosta de mergulhar e se aventurar pelo mar, pode-se ir até aos parrachos de lancha e conferir que é legal para mergulhos observando os corais submersos.

Litoral Sul– Cutuvelo, Pirangi, Búzios, Tabatinga, Tibau do Sul e Pipa (pode alugar também um buggy ou ir por conta própria). Em Cutuvelo tem bares de caranguejo (e outras comidinhas típicas) na beira mar. Em Pirangi (do Norte) tem um passeio de barco do Marina Badauê (foto acima) com direito a mergulhos nos parrachos (piscinas naturais). E, é lá em Pirangi do Norte que está o maior cajueiro do mundo. Em Pirangi do Sul tem alguns bares na beira do rio (que divide os dois “Pirangis”: o do norte e o do sul), como o Banga, entre outros. Em Tabatinga tem um bar legal, com uma vista linda (O Nu Grau).

Quem se interessar, também pode visitar a Barreira do Inferno (centro de lançamento de foguetes), pertinho da praia de Cutuvelo.

Ver mais em aqui, aqui e aqui.

3) Hotéis

Em Natal

Ponta Negra, hoje em dia, é muito “craudeada”, um tanto descuidada, mas… muitos turistas ainda aportam por lá, afinal o famoso “Morro do Careca” tá lá!

Na Via Costeira, uma boa opção é o SEARHS. Aí, na Via Costeira, se encontram os grandes hotéis e resorts. Fica entre Ponta Negra e o centro de Natal. Aguns estão meio “desgastados” pelo tempo, outros foram recuperados, renovados. É bom checar!

O hotel Manary, do roteiro de charme, fica em Ponta Negra, mas num lugar ainda legal, pois tem seu próprio espaço na praia. É perfeito para quem gosta de hotéis pequenos e charmosos.

Em Ponta Negra tem vários outros, como o Rifoles.

Pousadas, só vendo no site (mas não conheço nenhuma para indicar).

Entre Pipa e Tibau:

Hotel maravilhoso e praia linda: “Hotel Porto do Madeiro” na praia do Madeiro em Tibau do Sul, pertinho de Pipa!

Perto de Pipa, em Tibau do Sul, tem um que parece ser interessante pra quem vai com família pois são casas e fica a beira da Lagoa, é o “Lagoa Eco Resort

Tem mais três em Tibau do Sul, perto de Pipa, com vistas lindas e um deles com praia privada (tem uma escadaria pra descer). São eles: o Marinas, o Girassóis e o Casablanca (esse último não estava mais tão legal a última vez que fui, mas é vizinho ao Ponta do PirambuDay Use-, um lugar super legal para passar o dia! O Ponta do Pirambu vale a pena conhecer).

Os hotéis em Pipa a beira mar, não são os melhores, mas tem uns “com vista” que são muito bons como o “Sombra e Agua Fresca”, “Girassóis”, etc. Na rua principal tem a Toca da Coruja (do “roteiro de charme”) e o Pipa Atlântico (bom para famílias), entre vários outros. Ver mais aqui. Ah, atualizando: agora tem um ótimo hotel-boutique à beira-mar e super bem localizado “quase” no meio do buxixo! Dá pra curtir a noite e a praia tudo a pé: O Marlins.

4) Restaurantes

Complicado dar dicas de restaurantes, porque vivem fechando uns e abrindo outros. Mas, vamos tentar dar dicas de alguns!

Restaurantes em Natal

Restaurantes bons tem até demais. Mas, vamos por bairros:

EM PETRÓPOLIS e TIROL (bairros mais frequentados por locais) – Jobim, Cascudo Bistrô (os dois na Praça das Flores, tem mais um italiano lá, o Piazza), o Liquid Lounge, BuonGustaio (italiano), Douce France (bistrô francês), Agaricus (especializaod em pratos com cogumelos: shiitake, shimej, etc. e comia internacional). Esses três últimos, na rua Afonso Pena); Basílicos (italiano, na Rua Trairi), Dolce Vita (internacional, na rua Mossoró) Dois Vinho (bistrô; só com reserva; na rua Rodrigues Alves), Magazzino (delicatessen), Armazém Gourmet (os dois últimos na rua Potengi); Temaki (japonês, na rua Afonso Pena – super bom!), e mais uns tantos bares nos arredores….

E, com vista perfeita para o mar, ainda no bairro de Petrópolis: a Fogo & Chama, uma churrascaria com um buffet legal, onde a lagosta é o carro chefe. (fechou, tem outra em Ponta negra mas não com uma vista legal como era essa).

Para comidinhas mais rápidas e saudáveis, e também para comidinhas gourmets, tem o Between e o Flor de Sálvia (ambos na Av. Afonso Pena, também no bairro Petrópolis, rua essa que tem muitos restaurantes bons; o Betwwen tem um outro mais aprazível na Av. Campos Sáles, 384, também em Petrópolis).

D. Vinicius, Cervantes (mudou o nome pra D. Miguel) e Pitanga (os três na rua Ângelo Varela, bares; bons pra um sábado à tarde ou tipo “almoço”/petiscos, ou ainda sextas à noite!). Ainda no estilo boteco o Benditas. E um bom caranguejo (mas fora do circuito das praias tem o 294, entre outros.

No Shopping Midway (lá em cima, último piso, perto do Teatro) tem também filiais de uns 4 ou 5 02 restaurantes bons: Abade, Camarões, Piazzalle, Guinza… Tem agora o Outback Steakhouse, no lugar desses outros três que fecharam.

Falando em Teatro, no Teatro RIACHUELO, tem shows de primeira toda semana!!!

EM PONTA NEGRA: Chefs (bistrô), Tiberius (italiano), Lotus (japonês, Pta Negra), Dos Mares (internacional mediterrâneo, especializado em frutos do mar), Abade (português e internacional), Camarões (especializado em camarões, esse é famoso, e tem um ótimo custo-beneficio, por isso mesmo, tem filas…). Ainda tem o restaurante do hotel Manary onde se pode curtir um bom almoço com bela vista do mar!

Tábua de Carne é restaurante típico que serve em especial a famosa “carne de sol”. Um, que fica no começo da Via Costeira, perto da praia de Miami (que tem uma vista legal pro mar) e outro quase em Ponta Negra, na Av. Roberto Freire.

Tem ainda um restaurante novo, o Cozinharia, próximo a Ponta Negra que tem uma proposta com poucos pratos, todos ótimos e com ambiente charmosinho e aconchegante.

E a churrascaria Sal e Brasa, na Roberto Freire perto de Ponta Negra!

Em LAGOA NOVA: O Sta. Maria, um português ótimo! Mudou lá pro final da rua São José. Entrando numa rua a direita… Tem também o Hot Dog Café na Amintas Barros, depois da Jaguarari…

Mais restaurantes, ver aqui.

Quem curte comidinha típica simples vá no Mercado da Redinha (do outro lado da ponte Newton Navarro) e experimente ginga (um peixinho) com tapioca. Tudo muitíssimo simples, ambiente de mercado daqueles antigos (ou velho mesmo)…

Dicas para Sorvetes: Sorvete gostoso de frutas regionais e de outras especiarias locais (tem até de tapioca!) você encontra na Sorveteria Tropical (R. Jundiaí, 455 e Av. Amintas Barros, 2904), um lugar super simples. Só não espere ser bem atendido (até que melhorou, o atendimento). Mas, em Ponta Negra, com uma vista legal, tem a Cuore di Panna uma sorveteria italiana de dar água na boca (tem agora no também no mini-shopping CCAB em Petrópolis)!

Restaurantes em Pipa

Melhores: Tapas e o da Pousada Toca da Coruja ( o Oca Toca), mas tem outros muito bons… Ver na rua principal e arredores (sempre tá abrindo novos bares e restaurantes)…

shop_apre_omid_1g5) Compras

Além dos shoppings maiores, o Midway e o Natal, tem também o Praia Shopping (esse último menor e já em Ponta Negra). Mas se você quer saber onde compram muitos dos moradores vá no bairro de Petrópolis: a Av. Afonso Pena e arredores (algumas ruas transversais e paralelas à Afonso Pena) funciona como um shopping a céu aberto (começando pelo CCAB Norte, um pequeno mall). Nessa avenida se encontra uma diversidade grande de lojas, boutiques, bares, botecos, bistrôs, restaurantes, agências de viagens, cabeleireiros, bancos, etc.

Artesanatos: Pra quem gosta de artesanato não deixe de visitar o Centro de Turismo, um prédio bonito que foi uma prisão antigamente e que tem uma ótima vista para o mar. Além desse centro, se encontra shoppings de artesanato menores em Ponta Negra e também na praia dos Artistas.

images6) Dicas Culturais

Apesar da cultura ainda não muito valorizada por aqui, há um esforço grande por parte de vários grupos de artistas, com resultados considerados importantes e alguns deles com reconhecimento até em nível internacional.

Na Ribeira, um dos bairros mais antigos de Natal e considerado “alternativo” por alguns (o qual tem passado por várias tentativas de revitalização), vem acontecendo uns programas interessantes. Por exemplo: 1) Na Casa da Ribeira e no Barracão do Clowns de Shakespeare tem sempre peças de teatro, shows, etc. A Boca, é a mais nova casa no estilo das duas citadas. 2) No TAM (Teatro Alberto Maranhão; ver foto) está sempre acontecendo alguns espetáculos, mais relacionados com dança e peças teatrais. 3) Na Capitania das Artes tem sempre exposições de pintura e de artes visuais em geral. 4) O Centro Cultural Do Sol tem uma programação boa pra quem curte rock, indie em especial. 5) O Circuito Ribeira, um projeto que envolve todos os segmentos artístico-culturais, tem uma agenda definida para vários períodos do ano.

Fora do bairro da Ribeira tem o Teatro Riachuelo (já citado), um dos teatros mais modernos da América Latina, dentro do Midway Mall, onde está sempre acontecendo shows.

download7) Outras Dicas pra se divertir

No bairro “boêmio” da Ribeira tem alguns espaços como: 1) No térreo do Ateliê do pintor Flávio Freitas* tem uma bar: O Ateliê Bar e Petiscaria. Lá, tem música ao vivo nas noites de quinta à sábado. Durante o dia/tarde dos sábados tem uma feijoada com samba. Você pode aproveitar e admirar algumas das obras do pintor! 2) No bar O Buraco da Catita** tem shows ao vivo nos fins de semana (chorinho, gafieira, samba e jazz).

* Flávio Freitas é um artista plástico natalense. A foto acima é uma quadro do pintor.

** Noites musicais temáticas, com projetos como “Quinta Cultural”, “Sexta no Choro”, “Sábado do Samba”, “Prévias Carnavalescas”, “Gafieira Dançante”, “Projeto SamBosSamba” e “Projeto Verão no Buraco da Catita”. Além disso, promove também tributos como a cantores/compositores como Cartola, Noel Rosa, Novos Baianos.

Fora da Ribeira tem: O Whiskritorio (em Capim Macio)e o EL Rock (em Ponta Negra), dois pubs que são espaços diferentes para quem gosta de rock.

Um bom programa é o Projeto Pôr do Sol no Iate Club: ver o pôr do sol ao som de bandas com músicas clássicas, regionais, samba e/ou jazz. O visual é lindo pois tem como pano de fundo o rio Potengi. Acontece geralmente nas terças e quintas.

 

Bom, é por aí! Aproveitem Natal e arredores, vale a pena!

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: