Site com dicas de viagens.

Dicas | Região do Douro

Avalie esta postagem

A Região do Douro é uma das mais antigas regiões demarcadas da história do vinho, com mais de 250 anos. Situa-se no nordeste do território português e desenvolve-se pelo vale do rio Douro, tendo como limites norte, oeste e sul sistemas de cadeia montanhosos e a fronteira com Espanha a este.

Dar dicas pra essa região é muito fácil e ao mesmo tempo difícil Tem muita coisa a se fazer, tem uma infra-estrutura de turismo fantástica, muitos hotéis, restaurantes, vinícolas, e sobretudo uma paisagem belíssima!

Dessa forma, começo deixando um link de um site oficial da região que já agrega as melhores informações possíveis sobre tudo: história, alojamentos, visitas, gastronomia, etc. : http://www.douro-turismo.pt/*

* De soberbo clima mediterrânico, o Vale é um enclave quente e seco, propício à cultura da vinha, da oliveira, da amendoeira e de frutos como a cereja, o figo, o pêssego, a laranja, a maçã…

… O rio Douro, visto do alto de um miradouro ou do píncaro de um monte, desperta sensações e provoca emoções que, ao longo dos tempos, poetas, escritores e artistas tentaram, em vão, imortalizar em palavras ou traços de pincel colorido…

E, pra continuar o papo, vou dar aqui minhas dicas com base na experiência fantástica que vivi nessa região.

1) Como chegar lá e “andar” por lá:

1.1) De carro. Sempre seguindo o fluxo da água ou atravessando vilas e aldeias. Fantástico. Fui com carro alugado desde Porto e recomendo!

1.2) De trem, sempre junto à margem…

1.3) A bordo de um barco (cruzeiro)…

 

2) Vinícolas a visitar:

São tantas… Vou citar aqui as que visitei e uma delas, que não fui, mas que foi bem recomendada por uma amigo português e dono de um veleiro fantástico que cito adiante…

Quinta do Vallado

2.1) Quinta do Vallado:

Construída em 1716, é uma das quintas mais antigas e famosas do Vale do Douro. Pertenceu à lendária Dona Antónia Adelaide Ferreira, se modernizou com os tempos, mas mantém-se até hoje na posse dos seus descendentes.

Conta com um hotel dentro da Quinta (ver detalhes no site).

Você deve agendar sua visita por e-mail ou telefone:Telefone geral: +351 254 323 147

Endereço: Vilarinho dos Freires – 5050-364 – Peso da Régua | Portugal

Um pouco da história da Quinta aqui.

Vídeo

Vale a pena agendar uma visita privada, só você e seus amigos de viagem. Existe a possibilidade de um almoço durante a prova de vinhos, porém tem um número minimo de pessoas. Como alternativa, você pode pedir uma tábua de frios para acompanhar a prova de vinhos!

Obs: Visita Excelente! Tudo perfeito!

 

Quinta do Seixo

2.2) Quinta do Seixo:

Fica na margem sul do rio Douro, em frente a Quinta do Porto, e oferece uma vista linda sobre o rio Douro. Propriedade da Sogrape Vinhos desde 1987. Com a Quinta do Seixo, a Sogrape através da marca Sandeman, oferece uma visita guiada à adega, à garrafeira e aos lagares robóticos, complementada por meios multimídia que explicam todo o ciclo de produção do vinho e por uma prova de Vinho do Porto (colheitas selecionadas) numa sala com uma vista panorâmica sobre o Douro.

Vista da Quinta do Seixo

Vale a pena a “Visita Vau Vintage” que é uma visita guiada com prova alargada de 5 Vinhos do Porto ou do Douro, incluindo o premiado Sandeman Porto Vau Vintage. Tem também a possibilidade de um piquenique, mas só no verão ou próximo.

Agende a visita – E-mail: visitas.seixo@sandeman.eu. Tel: +351-254 732 800. Endereço: Tabuaço – 5120-495, Valença do Douro/Portugal.

Veja aqui o vídeo de apresentação da Quinta do Seixo ao prêmio internacional “Best of wine tourism 09/10”, vencedor do primeiro prêmio na categoria de Architecture, Parks and Gardens.

Obs.: Visita muito boa e profissional, com paisagem magnífica, mas um pouco impessoal.

 

Quinta da Avessada

2.3) Quinta da Avessada:

Um local ancestral, onde há muito se produz um dos “tesouros mais ricos da região duriense”.

A Enoteca Quinta da Avessada constitui um museu interativo alusivo á historia e cultura da vinha e do vinho na Região do Alto Douro, desde a plantação da videira, passando pelo processo de vinificação, até ao degustar do vinho. Conta com vários tipos de visitas, incluindo ou não almoço, ou ainda com prova gastronômica.

Para agendar visitas:

E-mail: avessada@enotecadouro.com tel: +351 912 562 803 /+351 913 680 943. Endereço: Rua Direita nº26, Favaios, Vila Real 5070-272

Veja vídeo aqui.

 

3) Hotéis:

Dentre os vários, deixarei aqui dicas do que eu iria me hospedar (o Aquapura) e o que me hospedei (o CS Vintage). Ambos, fantásticos!

Obs. Não me hospedei no Aquapura por motivo de uma avaria na caldeira na época que fui, mas passei por lá e é realmente fantástico!

Aquapura

3.1) Aquapura Douro Valley:

Está na categoria de hotéis de luxo, entre os 10 melhores hotéis da Europa e os 100 melhores do mundo, pelo segundo ano consecutivo, de acordo com os leitores da Condé Nast Traveller, bem como um dos melhores na categoria “Europe’s Leading Boutique Hotel” e “Portugal´s Leading Hotel” e ainda com mais uma distinção pelos World Travel Awards.

Membro dos Small Luxury Hotels of the World, possui 50 quartos numa casa senhorial do séc. XIX e 21 vilas de linhas puras e arrojadas.

É uma quinta de 8 hectares delimitada pelo rio e pelos vinhedos. Conta com piscinas (externa e interna), dois restaurantes, um bar, um pool bar, um spa, quadra de tênis, matas e jardins, biblioteca e uma winery room.

SPA: Num ambiente marcado pela onipresença da água, o Aquapura Spa tem uma piscina interior aquecida, duches aromáticos, sauna panorâmica, etc.

Considerado um dos 55 melhores spas do mundo, segundo o guia Taschen´s Favourite SPA.

O Aquapura Douro Valley fica situado a: 5km do Peso da Régua (N222) | 33km de Vila Real (A24, N222) | 142km do Porto (A4, IP4, A24, N222) | 364km deLisboa (A1, A25, A24, N222).

 

CS Vintage

3.2) CS Vintage:

Hotel na categoria 5 estrelas, é uma bela edificação no estilo de uma casa de campo inglesa e que hoje mistura características originais do século XVIII com novas áreas remodeladas. Fica a beira do rio Douro com uma encantadora paisagem, ainda dominada pelas antigas quintas e grandes vinhas. A antiga adega foi adaptada para o hotel.

Todos os quartos desfrutam de vista para o rio Douro. Tem jardins com uma piscina externa, com vista para o rio.

O premiado restaurante “Rabelo” oferece uma excelente combinação de pratos e vinhos da região. Conta ainda com o Bar Library e o Salão do Rio para café-da-manhã e banquetes.

O hotel situa-se a cerca de 120 km a leste da cidade do Porto, sendo acessível por carro (estrada), pela panorâmica “Linha do Douro” (estação do Pinhão na traseira do hotel) ou por barco (cais do Pinhão).

O serviço é excelente, super profissional e ao mesmo tempo amigável.

Endereço e Contatos: Lugar da Ponte – 5085-034 – Pinhão/Douro, Portugal. Tel: (+351) 254 730 230; Email: bookings@cshotelsandresorts.com

 

4) Restaurantes:

Entre tantos, vou apenas recomendar os que estive.

4.1) Restaurante Rabelo – Fica no hotel CS Vintage (ver acima em hotéis) em Pinhão. Com dois ambientes, um interior e outro no terraço com vista para o rio Douro. Este premiado restaurante (indicado pelo Guia Michelin 2012) oferece um serviço À La Carte com os sabores da região do Douro, preparados ao estilo gastronômico da cozinha regional de Fusão.

É realmente muito bom, tanto o serviço quanto os pratos, desde as entradas até a sobremesa!

Restaurante Rabelo, no hotel CS Vintage

4.2) Restaurante Castas e Pratos:

Em Peso da Régua, um restaurante com gastronomia moderna e criativa, mas sem esquecer os sabores do Douro. Além do restaurante tem um wine bar e uma lojinha de vinhos. O prédio, em estilo moderno e rústico ao mesmo tempo, internamente. Externamente, conserva as características de um velho armazém dos Caminhos-de-Ferro Portugueses. Fica vizinho a estação de trem, e, mesmo almoçando (ou jantando), das janelas se pode ver os trens passando…
Recomendo! Comida deliciosa e bonita apresentação dos pratos!

Castas e Pratos

4.3) Restaurante DOC:

D.O.C., que dizer: Degustação de Origem Certificada. Chef: Rui Paula.

Situado na localidade da Folgosa, Armamar, na estrada marginal entre Peso da Régua e Pinhão, que é um percurso panorâmico belíssimo. Fica perto do hotel CS Vintage. Ocupa um edifício de arquitetura moderna e tem um elegante deck de madeira sobre o rio, incluindo ainda um cais para barcos. Fica num local muito bonito, onde se vê montes cobertos de vinhedos e o rio Douro. O DOC funciona como uma janela aberta sobre esse cenário, pois é praticamente todo de vidro.
A criatividade dos pratos de Rui Paula “centra-se na utilização de produtos genuínos da tradição culinária portuguesa com recurso a técnicas e concepções modernas. Rui Paula busca incessantemente novas nuances que valorizem os aromas, sabores e texturas dos produtos”.

Fui e aprovei. Excelente!

O terraço/deck do DOC

Com o chef Rui Paula

Localizada na margem do rio Douro, é um “refúgio da natureza”. Funciona também como “hotel” ou casa de férias ou para um fim-de-semana ou ainda para um período de férias. Fica em Venda das Caldas, em frente a Caldas de Aregos.

O almoço aí fez parte, no nosso caso, do “pacote” do veleiro (ver a seguir no item 5). É uma Casa Rural fantástica, muito linda, cujos proprietários cozinharam pr’a gente (um almoço de uma gastronomia ímpar)! Vale a pena conferir!

Casa D’Água

4.5) SHIS – Em Porto:

Localizado a beira da Praia do Ourigo, em Porto, num moderno e bonito prédio, de onde se vê uma linda paisagem… Ambientes interno e externo, sempre com vista para o mar!

Cozinha inspirada nos conceitos de restaurante de fusão, conta com um menu variado, incluindo um japonês e outro internacional. Carta de vinhos e espumantes excelente.

Fui e Recomendo!

Restaurante Shis no Porto

5) Passeios de Barco

O Aquapura Hotel recomenda dois tipos de passeio de barco: Um de Veleiro (o Libertu´s, da empresa Douro a Vela, no qual fui e também recomendo) e barcos maiores da companhia Pipadouro.

5.1) O Veleiro Libertu’s:

Velejar pelo Rio Douro é uma experiencia impagável. Velejar na companhia de pessoas legais, mais ainda! Antonio Pinto, o dono e comandante do veleiro Libertu´s é um português muito simpático e ao mesmo tempo super profissional. Vale a pena embarcar nessa aventura!

Você pode escolher entre diversos programas, aquele que mais lhe agrade, desde velejar durante o dia até velejar durante a noite (com jantar romântico, por exemplo). Ainda pode optar por incluir almoço, se for durante o dia (e nesse caso, ainda tem várias opções de restaurantes, como a Casa D’Água que me referi acima, entre outros também interessantes), ou um passeio pelas cidadezinhas nos arredores após velejar… Vejam mais aqui ou envie um e-mail (info@douro-a-vela.pt ) que poderá obter outras alternativas!

O passeio é realmente fantástico. Fomos e aprovamos!

5.2) Barcos Friendship e Pipadouro:

Esses são barcos maiores. O primeiro de estilo vintage, clássico barco inglês de 1957 e o outro, um clássico iate de madeira de 1967. Tem também diversos programas a se escolher, é só buscar no site!

A Pipadouro é uma empresa de turismo fluvial, também com um serviço de hotelaria. Oferece uma série de programas no rio Douro, dando a conhecer as Quintas históricas, os vinhos, a gastronomia, a bordo de seus barcos.

6) Parque de Aventuras:

E pra quem gosta de aventuras, tem também no Douro um ótimo parque, o Pena Aventura. Nós fomos no “fantasticable” (exemplo na foto abaixo). Mas, tem outros tipos de aventura, seja na terra, no ar e na água! Confiram mais no site!

O parque fica em Bustelo, Ribera da Pena.

7) Lugares pra conhecer: Douro Turismo

Nem vou mais me deter muito falando sobre lugares no Douro interessantes, pois tem muitos locais na internet pra ver isso (como no site acima ou nesse aqui.
De toda forma vou citar algumas cidadezinhas legais:

E, não deixem de andar no comboio (trem) histórico a vapor, que embora teve a sua última viagem em 13 de outubro passado, vai voltar! Assim, esteja atento ao seu regresso em 2013!

 

Bom, vou ficando por aqui…

Quem ainda não foi, não deixe de ir! Quem já foi, que tal repetir? O Douro é de ouro! Divirtam-se!

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: