Site com dicas de viagens.

Istambul (por Josimey Costa)

Avalie esta postagem

Istambul2 0411- Um Destino: Istambul

2- Uma história 

Istambul… terra misteriosa! O Oriente distante, enfim, seria por nós decifrado. Em 2009. Havia um congresso de Comunicação Social (IACMR) em que eu apresentaria um trabalho científico, então, eu e minha amiga Elza Dutra nos informamos: tínhamos que usar kaftans, cobrindo o corpo e não poderíamos rir em público, ou seríamos trocadas por camelos! Que medo…Uma amiga da Elza tinha ficado, em uma viagem, o tempo inteiro dentro do hotel, apavorada com a mera possibilidade de ser comercializada contra a vontade.

Lá chegamos, eu e Elza não localizamos logo o Gran Bazar* e fomos andando pelas ruas de calças jeans mesmo. Daí, lembramos de não rir. Foi o que bastou: caímos na gargalhada, e quanto mais lembrávamos da recomendação, mas ríamos. Claro, chamamos a atenção de todo mundo nas ruas! Achamos o Gran Bazar, seu burburinho enorme de compradores e vendedores, seus lindos tapetes persas e turcos, suas pashminas maravilhosas, seus lustres em vitrais multicoloridas… e esquecemos os kaftans! Como estou aqui escrevendo isso, já se vê que mesmo assim não formos trocadas por camelos. Pode ter havido muitas razões para isso, mas a principal é: em Istambul, não há camelos!

“O Grande Bazar (Em turco: Kapalıçarşı. Em inglês: Grand Bazaar) é um dos maiores e mais antigos mercados cobertos do mundo, com mais de 60 ruas e cerca de 5 mil lojas, atraindo milhares de visitantes todos os dias. O complexo abriga não só lojas de comércio, mas também casas de câmbio, duas mesquitas, fontes de água, delegacia, cafés e restaurantes, entre outros tipos de estabelecimentos.” (fonte: meusroteirosdeviagem.com).

Istambul2 074

A cidade à noite

Com amigos

Com amigos

3- O que é imperdível

A Aya Sofia* e os banhos turcos**.
Aya Sofia (fonte)

Aya Sofia (créditos)

Aya Sofia,no interior

Aya Sofia,no interior

* Um dos grandes exemplos ainda existentes da arquitetura bizantina, também conhecida como Hagia Sophia (que significa “Sagrada Sabedoria”), e em turco Ayasofya. Imponente e bela construção feita durante o Império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla (atualmente Istambul), depois convertida em uma catedral católica romana e foi ainda uma mesquita. Reabriu como um museu em 1935.

** Ver opções de banhos turcos em guiadaturquia.com

4- Perfil da entrevistada

Josimey Costa é jornalista, professora e pesquisadora em Comunicação Social e Antropologia, ensaísta, escritora de contos e poemas. Videomaker. Mãe de Lucca e Eric.

 

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Comentário para Istambul (por Josimey Costa)

  • Oi Ana, obrigado por citar o Meus Roteiros de Viagem.
    Um abraço 🙂

    Diego M. 27 de julho de 2015 21:48 Responder
    • Oi Diego, obrigada à você por termos a oportunidade de pesquisar num site tão legal qto o seu. É sempre um prazer ler o “meusroteirosdeviagem.com”!

      Ana Célia 28 de julho de 2015 11:35 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: