Site com dicas de viagens.

Lourmarin, Bonnieux, L’Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine de Vaucluse: Desde Aix

Avalie esta postagem

Dessa vez alugamos um carro! Beleza! Nesse 3º bate&volta desde Aix nossos destinos eram L’Isle-Sur-Le-Sorgue e Fontaine de Vaucluse. Na ida paramos em Lourmarin e Bonnieux. E para nossa própria surpresa, ao final do dia (que na época ainda é claro) resolvemos dar uma “esticada” até Avignon (ôps).

Afinal estava ali tão pertinho, então para que deixar para outro dia? Especialmente se nossa intenção em Avignon era ver a Praça com seu Palácio dos Papas? Ora, porque não? E estava tudo ainda tão claro! Então, zarpamos!

Bom, de cara devo dizer que a beleza das estradinhas provençais já vale a viagem. E essa era nossa principal objetivo. Além de simplesmente flanar por algumas vilas provençais também curtir as estradinhas. Nada de auto-route (auto-estradas); somente em caso de pressa, e isso só acontecia (às vezes) na volta. Por isso mesmo, sempre é melhor ir de carro pois vamos por onde queremos e parando onde tivermos vontade. Até no meio das estradas. Basta ver uma linda paisagem e … Freio!

 

1) Lourmarin

Nossa primeira parada! A cidadezinha é um charme e vale mesmo curtir um pouco dela. Chegamos lá, estacionamos o carro e adentramos na cidade a pé. De cara vimos que era uma beleza!

Simplesmente paramos num café, e como ainda era cedo, tomamos quase um novo café-da-manhã admirando a maravilha de tudo à volta. Depois, saímos caminhando à esmo, entrando em ruelas e lugares lindinhos. Isso nos bastou para termos um começo de dia lindo! Não é a toa que está entre as mais belas vilas da frança! Lourmarin: recomendo muito!

E tomamos um café aí (acho que era o Café de la Fontaine – excuse moi– não anotei, ôps) … em frente à essa boutique que se vê na foto: L’Insolente (na praça de La Fontaine). Esse lugar é lotado de cafés e restôs.

Andanças por Lourmarin

Nas ruelas de Lourmarin

 

2) Bonnieux

Estava nos nosso planos e paramos. Mas, o que vi de legal foi apenas a subida até a Igreja e de lá curtir uma super vista! Olhamos rapidamente a cidade e, como tínhamos na mira L’Isle-sur la-Sorgue, rumamos pra lá.

Eu em Bonnieux perto de onde estacionamos o carro. Antes de subir até a Igreja que está num monte (foto by @zenaideaaraujo)

O ideal é subir até esse cume onde está a Igreja (mais nova) e de lá curtir uma bela vista (foto)

A vista a partir de um mirante

Campos de lavanda ainda florescendo na saída de Bonnieux

Bonnieux fica no topo do vale da “sub-região” de Luberon de um dos “Departamentos” de Vaucluse (Provence) logo após Lourmarin. Por trás da vila, no alto do Parque Natural Luberon, se pode avistar as três cidades (Bonnieux, Ménerbes e Lacoste) e a floresta de cedros das montanhas (cedros esses, provenientes do Atlas Médio ou Atlas Marroquino). OBS. Um outro dia tentamos ir a Lacoste mas o GPs “nos enganou”. Fomos até Ménerbes, mas depois de visitar várias vilas lindinhas não a achamos “tão linda” (porque são tantas e temos que escolher, né?)  e resolvemos não parar.  

3) L’Isle-sur-la-Sorgue

Estava louca para conhecê-la, pois pelas fotos já comecei a me apaixonar. Adoro cidades com água e L’Isle é cheia de canais. Sorgue é o rio que banha a vila.

Obs. Originalmente era uma cidade de pescadores nascidos na “beira” do rio Sorgue. Na Idade Média, Isle-sur-la-Sorgue foi uma verdadeira ilha com pântanos que foram depois drenados pela escavação de canais. Estes muitos canais  circundam a vila e por isso é conhecida também como”Veneza da Provence”.

Procuramos onde estacionar o carro, paramos (sempre se encontra estacionamento fácil nessas cidadezinhas)  e começamos nossa caminhada. Adorável! Paramos num restô a beira de um canal, e enquanto curtíamos a paisagem nos deliciávamos com um vinho e um crepezinho! Coucou!

Logo na entrada…

Canais

Um vinho á beira de um dos canais

Foi isso e super valeu! Caminhar pela cidadezinha admirando tudo e sentar um pouco para relaxar e comer algo!

Ah, um detalhe: Iriamos lá em um dia de feira (domingo, se não me engano). Mas, encontramos um casal de franceses em Aix que nos aconselhou ir num dia sem feira, pois teríamos mais chances de aproveitar a beleza da cidade sem as barracas. E, que em Aix estavam as melhores feiras. Então, seguimos o conselho!

Água e flores em L’Isle-sur-la-Sorge

4) Fontaine de Vaucluse

Fontaine de Vaucluse é como se fosse uma L’Isle-sur-la-Sorgue menorzinha. Mais calma, mais provinciana, se assim podemos dizer. Então basicamente fiemos o mesmo que em L’Isle. Passeamos. Curtimos os ares da vila!

Fontaine de Vaucluse

5) Avignon

Pois é. Estávamos a 25 km de lá, o dia ainda claro… Porque não ir? E fomos! Conto em outro post!

Avignon: Palácio dos Papas

6) Muitas vilas para um só dia?

Bom, para finalizar você pode estar se perguntado como fizemos todas essas cidades em um só dia. Nós também não tínhamos esse plano, até porque gostamos de curtir melhor cada lugar (e quando nosso tempo é curto nos detemos ao centro histórico, claro). Nos dois bate&voltas anteriores fomos para apenas uma cidade, em cada (mas fomos de bus, já de carro dá para curtir melhor).

As duas primeiras vilas (Lourmarin e Bonnieux) estavam no caminho de nosso destinos (L’Isle e Fontaine) e como eram tão pequenas demos apenas uma rápida passada, principalmente por Bonnieux (em Lourmarin ficamos um pouco mais), e esse era nosso objetivo…  Avignon, como já dissemos foi uma ida de última hora. Iriamos um outro dia, mas estávamos por ali, o dia ainda claro… E vupt! Aquilo que já falamos!

Au revoir. No próximo post da Provence: Avignon

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...