Site com dicas de viagens.

Maravilhada num pedacinho do Rio Maravilha: Copacabana Palace

Avalie esta postagem

3051) A minha história no Copa

Sempre quis passar um fim de semana no Copacabana Palace. Tentei uma ou duas vezes em época de réveillon (ou era carnaval), mas acabei desistindo. Nessas épocas festivas os preços sobem horrores. Então aproveitei outra época festiva, porém privé (porque era meu aniversário – risos-) e, um dia, fui!

Avisei logo que eu não estaria indo para o Rio e sim, e somente sim, para o Copacabana Palace, e portanto ninguém tentasse me tirar de lá. Nem amigos, nem parentes.

Escolhemos um ap. no Copa que dava vista para o mar e lá ficamos um fim de semana inteirinho. Eu e Santiago, my husband. 

288

A Fachada do Copa

285620_445874535423056_1058445579_n

Um brinde na sacada

542411_444204665590043_659984631_n

Fotos num dia nublado

580086_443779305632579_1240265568_n

E o sol surgiu! Vista do hotel

Em um dos dias foram jantar conosco quatro amigos. Duas grandes amigas minhas (mãe e filha), e um casal amigo de Santiago e, no meio da “festa”, todos já tornaram-se amigos. Uma turma boa! Nesse dia jantamos no Cipriani, no próprio hotel. Ah, mas eu já tinha dito que do hotel não sairia, né?

Eu e uma das amigas

Eu e uma das amigas

Um dia ficamos pela piscina, e em outro fomos curtir a praia em frente com todas as mordomias oferecidas pelo hotel. Uma boa caminhada em Copacabana me fez relembrar “velhos tempos” da minha adolescência.

532870_443730255637484_1862733355_n

Caminhada na Praia com direito a uma mordida numa maçã

473106_443739035636606_573292791_o

A piscina

300

Paisagens da caminhada

Tomamos o Brunch do domingo no Pérgula e no sábado almoçamos a famosa feijoada do mesmo restaurante.

Brunch

Brunch

472418_443729925637517_213893775_o

No Brunch

547130_443729058970937_1519736505_n

Brunch?

Brunch

Brunch. Cheers!

Foi muito bom curtir o famoso hotel. Já havíamos ido ao Balmoral em Edinburgh, um hotel que pode ser considerado da categoria do Copacabana, e embora o tenha achado mais suntuoso (falei dele noutro post aqui no blog), o Copa é o Copa com todas as suas histórias e tradições. Enfim, adorei!

229849_443746472302529_2062432981_n

No elevador

Meu niver comemorado e os parabéns do Copa

Meu niver comemorado e os parabéns do Copa

266

2) Um pouco de história do Copa (fonte)

2.1) Como é hoje

O Copacabana Palace, hoje com o nome de “Belmond Copacabana Palace” pois pertence atualmente a essa cadeia de hotéis*, localizado na famosa Praia de Copacabana,  é reconhecidamente o mais luxuoso hotel do Brasil.

*Belmond é a nova marca internacional dos hotéis de luxo da companhia Orient Express que adquiriu o Hotel.

Tem uma piscina maravilhosa, dois restaurantes ótimos (O Cipriani e o Pérgula), um bar na piscina, um piano-bar ao lado do Cipriani, serviço de praia, boutiques, fitness center , spa,  quadra de tênis, etc. e tal. O melhor de tudo, além do luxo, é a vista!

O Restaurante Pérgula fica ao lado da piscina, serve café da manhã, almoço e jantar, uma famosa feijoada aos sábados e um brunch aos domingos.

O Restaurante Cipriani (batizado em homenagem ao hotel mais sofisticado de Veneza, embora não faça parte da cadeia dos vários restaurantes Cipriani existentes em várias partes do mundo), é um dos melhores restaurantes do Rio de Janeiro e serve receitas tradicionais e inovadores da cozinha italiana. Fica no térreo e tem vista para a piscina.

O Bar do Copa fica na Piscina e oferece drinques exclusivos e aperitivos.

Existe ainda uma “boate” que conta com uma equipe de DJs que animam os fins de semana.

O hotel conta com 241 apartamentos e suítes sendo 145 acomodações no Prédio Principal, das quais 71 são suítes e 76 apartamentos. O Anexo, foi totalmente reformado e reinaugurado em 2012 tem vista para a Avenida Nossa Senhora de Copacabana.

Fachada do Copacabana (fonte)

Fachada do Copacabana (Belmond Hotel Photo)

2.2) Frequentadores famosos

Existem suítes de alto luxo no sexto andar, com piscina exclusiva com vista privilegiada para a praia de Copacabana, com tecidos franceses, tapetes persas e obras de arte! É nessas suítes que ficam as celebridades.

Falando em celebridades dizem que muitos nomes passaram por lá como Frank Sinatra, Walt Disney, Rod Stewart, Santos Dumont, Gene Kelly, Alain Delon, Liza Minelli, Brigitte Bardot, John Wayne, Henry Fonda, Orson Welles Givenchy, Catherine Zeta-Jones, Sting, Henry Kissinger, os Rolling Stones, Mick Jagger, Nelson Rockfeller, Francis Ford Coppola, Janis Joplin, Paul Mcartney, Juan Carlos e Sofia da Espanha, Madonna, Jean Claude van Damme, Príncipe Charles, Lady Diana, Tom Cruise, Carmem Miranda, Winnie e Nelson Mandela, Alice Cooper, Oscar de la Renta, José Saramago, Calvin Klein, Anthony Hopkins, e tantos outros… ôpa, é muita gente!

2.3) Como tudo começou  

Hotel Copacabana Palace foi um projeto do empresário Octávio Guinle, apoiado pelo presidente Epitácio Pessoa. A ideia era construir acomodações modernas e de altíssimo nível, de qualidade suficiente para hospedar reis, rainhas e autoridades e os principais convidados para a Exposição do Centenário da Independência do Brasil, em 1922 e, ao mesmo tempo, criar condições para o desenvolvimento de Copacabana como bairro balneário.

Assim, o Hotel foi construído entre 1917 e 1922, mas não ficou pronto a tempo da exposição citada, e só foi inaugurado quase um ano depois em 1923.  Foi projetado pelo arquiteto francês Joseph Gire com o comando e a realização das obras feita pelo engenheiro César Mello e Cunha. Octávio Guinle fez várias exigências como inúmeros benefícios e incentivos fiscais e um cassino no hotel.

Os construtores se inspiraram possivelmente nos grandes hotéis dos balneários franceses de Nice e Cannes, pois a construção fez uso de muito material importado, como toneladas de cimento vindo da Alemanha e os famosos cristais da Bohêmia. Também vieram os vidros da Tchecoslováquia, os famosos mármores de Carrara, da Itália, e muitos móveis franceses.

Foi o primeiro hotel de grande porte construído na praia de Copacabana e na época da inauguração era cercado apenas de poucas casas e mansões o que lhe dava ainda mais destaque.

As dificuldades do empreendimento foram grandes, mas também grande foi seu sucesso. Houve alguns outros problemas no meio da construção ou mesmo depois de pronta, como tentativas de cassações da concessão do hotel etc e tal.

Em 1933 o Hotel serviu de cenário para o filme americano “Flying down to Rio”, estrelado por Fred Astaire e Ginger Rogers e Dolores Del Rio. Nos anos 50 e 60 aconteceram célebres bailes de carnaval nos salões do Copa.

2.4) E mais recente?

Em 1985, o conjunto do Hotel Copacabana Palace foi tombado em nível Federal, Estadual e Municipal e em 1989 o Grupo Guinle decidiu se desfazer do Hotel, o qual foi adquirido pelo Grupo Orient Express, um dos mais renomados e tradicionais grupos de turismo do mundo. (Essa parte eu sabia pois fiz uma viagem de trem no VSOE -Orient Express-. Dessa outra espetacular viagem tem post aqui!).

E em 2014 o Orient Express provocou uma grande polêmica quando mudou o nome para Belmond (o grupo avaliou que a bandeira Orient Express era mais ligada a transporte do que a hospedagem). Mas, essa é a nova marca internacional dos hotéis de luxo da companhia, que apesar de ter sido alvo até de ações judiciais, assim ficou!

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Comentário para Maravilhada num pedacinho do Rio Maravilha: Copacabana Palace

  • Pergunto… a novela PEGA PEGA transmitida pela rede Globo seria com intenção de mostrar o glamour do hotel e restaurar a fama?

    Lourdes Utida 21 de agosto de 2017 3:16 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: