Site com dicas de viagens.

New Orleans: alegria, alegria (4)

Avalie esta postagem

thumb_IMG_7137_1024Depois de andar à toa, e sem ser à toa, pelo French Quarter nos dias anteriores, depois de passear pelos pântanos e visitar casarões nas antigas fazendas (ver aqui), depois de noites de jazz, etc. e tal, chegamos ao quarto dia nessa beleza de cidade sem a mínima vontade de voltar. Ainda tínhamos muito a fazer, principalmente perambular mais por lá!

E nessa noite, resolvemos seguir a grande dica: “Se quer boa música vá na Frenchmen Street. A Bourbon é mais coisa de turistas”. Se querem saber as noites na Bourbon também foram ótimas. Diferentes, mas também boas!

Se querem saber, não tivemos tempo (ou não priorizamos) andar no trolley (Street Car). O avistamos diversas vezes, e demos “por visto”. 

O Street Car (bondinho ou trolley)

O Street Car (bondinho ou trolley, como queiram chamar -risos-)

Se querem saber também não fomos no barco (daqueles grandes, à vapor, com aquelas rodas de pás atrás) que faz uma passeio pelo Mississipi. Até queríamos ir, mas  em que pese minha memória da “vovó Donalda” nesses tipos típicos barcos, e minha vontade “maluca” de imitar filmes, livros e etc., terminamos não indo.

Barcos a vapor no Mississipi (fonte)

Barcos a vapor no Mississipi (fonte)

Não fomos, porque realmente preferimos ficar perambulando pela cidade. Parando aqui e acolá pra ouvir um bom jazz “de rua” ou entanto num outro noutro bar pra ouvir uma boa música e tomar uns drinks. 

1) Então, o que fizemos nesse penúltimo dia?

Acordamos não muito cedo e tomamos um rápido café. Andamos em direção ao mercado (French Market) e a Praça (Jackson Sq.) e já fomos vendo e ouvindo músicos e música pelo caminho.

Música pelas ruas

Música pelas ruas

Sempre música pelas ruas! Um barato!

Sempre música pelas ruas! Um barato!

Nesse meio tempo entramos uma loja de chapéus (adoro)….

thumb_IMG_7062_1024

… e provei alguns!

E continuamos nossas andanças, entrando em uma ou outra lojinha, galeria de arte, etc. etc.

thumb_IMG_7067_1024

As casas e seus balcões… Só ver a arquitetura espanhola e francesa da época já vale as andanças.

Daí passamos em frente ao Johnny’s Po-Boys e não poderíamos deixar ede experimentar um deles. Lembram o que é? Falei em um dos textos anteriores. Tá curioso/a? Aproveite e leia mais sobre os outros dias, acho que você poderá gostar (risos). Não, mas sem brincadeira, tem o link aí do restô-bar pra facilitar sua vida!

thumb_IMG_7048_1024

No Johnny’s Po-Boys

thumb_IMG_7053_1024

Atacando os enormes sandubas Po-Boys

Bom, valeu a experiencia mas eu não voltaria. Muita grande e muito “fat”. Qualquer coisa, você pede um e divide para experienciar, se gostar pede outro, afinal existem de mil e um sabores (risos).

Saímos andando mais…

thumb_IMG_7140_1024

Pelas ruas…

thumb_IMG_7065_1024

Eu e meu filhote…

thumb_IMG_7066_1024

E mais música pelas ruas…

Dai resolvemos ir no Frenchmen St ainda à tarde fazer o reconhecimento da área para a noite. Passamos antes por umas mansões do District Garden  e chegamos lá na famosa Frenchmen.

A rua é realmente bem legal.

thumb_IMG_7075_1024

Esse era um dos bistrô/bar recomendado (para um bom sanduíche…) Frenchmen Grocery & Deli, mas ainda era cedo…

thumb_IMG_7076_1024

Outro recomendado, o Spotted Cat (um bom jazz)

thumb_IMG_7078_1024

E resolvemos tomar uns drinks

thumb_IMG_7074_1024

Tudo charmoso…

E ainda assistimos a uns shows de jazz à tarde, como esse aí!

E ainda assistimos a uns shows de jazz à tarde, como esse aí!

Voltamos e passamos pelo mercado e resolvemos comer algo. Afinal não tínhamos almoçado! Nos surpreendemos com a quantidade de barzinhos e lanchonetes variadas e com comidinhas de qualidade. Escolhemos uma e comemos um sanduba super natural orgânico! Matéria prima (queijos variados, verduras, etc) diretamente vinda das fazendas locais!

thumb_IMG_7073_1024

Ainda na Frenchmen Street…

thumb_IMG_7087_1024

No mercado

Na volta um tanto cansados de andar resolvemos fazer um programa bem de turista: Uma bike puxando uma “charrete” (?). Muito engraçado. Não sei como a menina aguentou o peso de nõs três, mas ela era muito “treinada”, “sarada” toda!

thumb_IMG_7095_1024

ôpa!

thumb_IMG_7094_1024

E nós três!

Bom, descansamos um pouso no hotel e à noite voltamos para a Frenchmen Street!

2) A Noite na Frenchmen St.

Chegamos cedo e fomos direto ao Blue Nile onde nos disseram ser o melhor de todos da rua! Abria às sete da noite e fomos esperar em outro bar por perto que já rolava jazz desde a tarde quando por lá passamos. Bebemos, comemos, ouvimos música e … Depois voltamos ao Blue Nile, e foi legal! Mas se você quiser ver o Blue Nile “bombando” vá depois das 11 da noite!

thumb_IMG_7107_1024

Não podíamos deixar de comer umas boas ostras…

thumb_IMG_7112_1024

Experimentar os crawfishs, deliciosos e super apimentados! Hummmm

thumb_IMG_7122_1024

E ouvir uma boa música

thumb_IMG_7125_1024

Música em outro bar

thumb_IMG_7118_1024

E jazz no Blue Nile

Caminhamos um bocado pela rua, pois é bem animada também!

thumb_IMG_7137_1024

A animação na Frenchmen!

E ainda fomos numa feirinha (que adoro) na mesma rua! Super animada!

thumb_IMG_7133_1024

Na feirinha

E, depois conto nosso último dia, noutro post (ver aqui)!

 

 

 

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que "sem viajar não me reconheço"! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Comentário para New Orleans: alegria, alegria (4)

  • Postagem muito legal! Parabéns!!!

    leo 14 de julho de 2015 19:18 Responder
    • oi, e aí, conseguiu ver a resposta?

      Ana Célia 19 de julho de 2015 23:03 Responder
    • Viu a resposta?

      Ana Célia 22 de julho de 2015 12:52 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
%d blogueiros gostam disto: