Site com dicas de viagens.

Verão em Natal e Arredores: As Praias (2)

Avalie esta postagem

Continuando o post anterior (que falei do verão nas praias urbanas de Natal e nas praias dos arredores do litoral sul), vamos falar agora de algumas praias do litoral norte (especialmente as que ficam mais por perto de Natal e onde os natalenses costumam veranear mais).

Eu particularmente, prefiro as praias do litoral sul (coisas “minhas”), embora acho que a beleza dessas praias do norte são diferentes e vale a pena uma visita, ou muito mais. E, quando penso em “grandeza”, em lugares mais “selvagens”, um litoral mais aberto, em longos passeios pela beira-mar, aí penso no norte.

Se você tem pouco tempo, melhor contratar um passeio de buggy* e você pode conhecer quase todas em um só dia, e é um passeio legal.

*Para mais detalhes desse passeio com buggy, ver aqui.

Cada uma com sua característica diferente, cada uma com seu “toque” particular. Umas mais simples, outras mais sofisticadas, quanto aos frequentadores locais. Nos veraneios, por exemplo, algumas das mais “chiques” e tradicionais, frequentadas por locais, são Jacumã, Porto-Mirim e Muriú.

Litoral Norte

E por onde começamos? Começamos em Natal, atravessando a Ponte Newton Navarro. Direção? Vindo das praias urbanas do litoral norte, mais precisamente passeando (ou tendo tomando um um bom banho de mar) na Praia do Forte e/ou tendo visitado o Forte dos Reis Magos (ou apenas dado uma passada em frente para admirar a fachada).

A Praia do Forte e o Forte dos Reis Magos

Daí você cruza a Ponte. Primeira praia? Redinha. Dividida em Redinha e Nova Redinha.

Cruzando a Ponte Newton Navarro, vista lateral (esquerda de quem vai): o Rio Potengi com a cidade ao fundo. Do outro lado se vê o mar e o Forte.

1) Redinha – Posso garantir que na parte “antiga” tem muita gente e é um tanto tumultuada em algumas áreas. O que tem de bom? O velho mercado onde se pode comer um ótimo peixe e tapiocas com ginga (a especialidade). Não deixa de ser lotado de gente nos fins de semana e especialmente no verão. Mas vale também a bela vista para o Rio Potengi, para a Ponte, e para barcos e barqueiros de uma forma mais bucólica. Tem também uma igrejinha que faz parte dessa paisagem bucólica.

Logo, do outro lado da Ponte. Praia da Redinha (a “Velha”).

Sobre o banho? Não sei dizer, tomei banho de mar por lá há muito tempo e tinha um tal de canal por onde passavam os barcos maiores que diziam ser perigoso.

A chamada Redinha Nova (Ou Nova Redinha?) era o que nós chamávamos (muito) antigamente de “Costa” porque o mar era mais bravio. Mas, tem mais praia, a faixa de areia é bem mais larga e tem menos tumulto de gente.

Já na Nova Redinha, com a Ponte ao fundo

Eu em uma de minhas caminhadas longas e loucas, pela beira-mar. Na Redinha Nova, vindo de Genipabu.

No início, tem alguns bares e restaurantes (e barracas) à beira mar. Normais. São turísticos e populares. Muito barulhentos.

De lá, a próxima praia é Santa Rita (pode até ir caminhando, mas tem um bom “pedaço” de caminho pela beira-mar; bonito e com ares meio “selvagens”). Eu adoro fazer essas caminhadas “loucas”!

2) Santa Rita – Santa Rita é uma praia “menor” que fica entre a Redinha e a famosa Genipabu. Muitas casas de veraneio um tanto mais simples, pocinhos pra criançada tomar banho de mar mais tranquilos, mas com muita pedra. Uma praia calma, pode-se dizer, dependendo do dia, claro.

No finalzinho de Sta. Rita, já próximo às famosas dunas de Genipabu

3) Genipabu– A praia mais famosa do litoral norte, turisticamente falando. Lá é onde ficam as famosas dunas (logo na divisa com Sta Rita) e os passeios de buggy “com ou sem emoção”. Nas dunas ainda tem uns passeios com dromedário (eu particularmente não acho isso legal, pois nordeste não é habitat de dromedários, não estamos nas Arábias -ôps- mas enfim, cada um resolve o que fazer). Tem umas lagoas por perto, legais também.

Genipabu ao entardecer, com as dunas ao fundo.

O banho de mar é bom, a faixa de areia ampla, praia boa.  Tem muitas barracas com comida praiana à beira mar, porém em dias de verão e fins de semana, com certeza tem também muita gente e um certo “barulho” chato para quem é “chata” como eu (risos). Acho meio tumultuada. Mas, com certeza a praia é muito bonita, em especial a visão que temos das dunas, seja em cima das mesmas ou na praia olhando para elas!

Genipabu em dia de maré baixa, numa barraquinha. O peixe tava bom!

4) Barra do Rio– No final de Genipabu, na parte mais calma, encontramos um rio. Antes mesmo de chegar ao rio, tudo fica mais tranquilo e ate os arrecifes formam umas piscininhas para o banho. Muito legal. Essa área chama-se Barra do Rio. Lá, atravessam as balsas com carros (principalmente os buggys* em seus passeios nas praias do norte de Natal), para se chegar ao outro lado. Pela beira mar, depois do rio, ainda Barra do Rio, você pode chegar na próxima praia. Falo já.

*Para os passeios com Buggy você pode perguntar em seu próprio hotel. São espécies de jeeps abertos, e é super interessante para se fazer o passeio por essas praias do litoral norte. 

Antes queria dizer que ‘Barra do Rio’ possui esse nome devido ao rio Ceará-Mirim que desemboca no mar nesse lugar. A praia, devido aos recifes (ou arrecifes), como já falei antes, “possui águas calmas e pouco profundas, paraíso para os pescadores lançarem suas redes nos bandos de peixes prisioneiros das águas, na maré baixa” (fonte).

Vista do rio e mar (lá adiante), em Barra do Rio, na pousada Villa do Sol (pertinho de onde passam as balsas).

Tem uma pousada leal por aí, que gosto muito. A Villa do Sol, como uma linda paisagem (em frente ao rio e pertinho do mar) e quartos simples mas charmosinhos, Se quiser um mais bacana, peça uma das suítes (luxo) do térreo, que tem um pier super legal!

A pousada, com o rio em frente. Mais adiante, o mar se confundindo com o rio.

5) Pitangui e Graçandu – Bom, são duas praias que até se confundem com Barra do Rio (após o rio), e não tem muitos diferenciais nelas para que se fale muito. Talvez uma passada rápida. Fora do verão são tranquilas. Sem quase nada de comércio turístico e sem barraquinhas na praia. Mas não sei como seria a questão da segurança para banhos ou caminhar por lá fora do veraneio. São lugares com pouquíssima gente fora de temporada alta.

6) Jacumã–  uma das principais escolhas do pessoal de Natal para veranear no litoral norte.  Seus arrecifes deixam o mar calmo e próprio para banho, embora tem lugares com muitas pedras.

Por perto tem a Lagoa de Jacumã, que fica entre dunas e vale uma visita e um banho (com ou sem adrenalina, através de um tal de skibunda -uma tábua onde se escorrega pelas dunas até a lagoa- ou de um cabo de aço que faz você cair na lagoa, desde o alto das dunas).

7) Porto Mirim– praticamente a continuação de Jacumã, um “pedaço” menor, com um banho ótimo e onde veraneia também “bacanas” locais, com bonitas casas. Tem uma pousada que parece legalzinha por lá, à beira-mar (mas, como nunca fui não posso avaliar). É uma das praias que mais gosto! (procurei fotos minhas por lá, mas não encontrei -sic-, só umas muito “particulares” em que não se vê bem a praia).

Dei um “corte” numa das fotos que tinha, e, embora não tenha ficado boa, dá pra ter uma ideia. (Antes da ponta que vê na foto, é Jacumã)

8) Muriú – Também chega a se confundir com Porto-Mirim, porém é uma praia mais tradicional, mais antiga, onde os veraneios são mais famosos desde décadas passadas. É uma das preferidas para veraneio para quem mora em Natal ou outras cidades do estado.

Com amigas (desde a adolescência, rsrss) em Muriú!

De lá, como em Pirangi (no litoral norte), saem barcos (privados ou não) até os parrachos (piscinas naturais, já mar adentro). Um encontro entre os amigos e turistas. Bom banho, bons papos, mergulhos com snorkel, etc e tal.

O acesso até Muriú é muito rápido (ou pela beira da praia por buggy, ou pela estrada asfaltada com outro carro). Também tem alguns passeios (tours) desde Natal.

9) Barra de Maxaranguape – Sei que lá tem um carnaval famoso.  Não conheço muito de lá para dar mais informações até porque como não é “minha praia” não vou por lá há tempos. O que é mais famoso aí, além do carnaval, é o encontro do mar com o Rio Maxaranguape.

10) E mais?

Depois você pode ir para praias mais afastadas de Natal, como Cabo de São Roque, Caraúbas, Rio do Fogo (tem um rio legal, e você pode curtir o rio e o mar), Zumbi, Maracajaú, Perobas, Cajueiros, Galinhos (muito legal; fica em uma península, um braço de terra que avança sobre o mar), São Miguel do Gostoso (recentemente um destino muito procurado), etc. Mas aí vale outro post. Aí já é outra história.

Vale ressaltar os parrachos, que são muitos pelo litoral do RN. Só no litoral norte, tem em Marajaú, em Perobas*, em Muriú, etc.

*Quanto à Perobas (tem também Perobinhas) tenho um post com uma aventura muito engraçada numa lancha por lá, justamente quando fui aos parrachos!

Aproveito para dizer que se quiser ir em alguma dessas “mais longe”, não deixe de ir a S. Miguel do Gostoso (uma praia um pouco equivalente à Pipa, no litoral sul). Gostoso, ainda não tão famosa quanto Pipa (mas quase), já tem uma vida noturna legalzinha, com muitos bares e restôs interessantes (indico um restô legal lá, o Gênesis). A diferença é que estão mais “espalhados”e em Pipa tudo é mais concentrado.

Praia em S. Miguel do Gostoso

O Gênesis, restaurante e bar.

A praia em Gostoso é ótima para quem curte esportes do tipo kite-surf ou similares. A faixa de areia até chegar ao mar é bem larga. Para banho, a maioria dos lugares são muito fortes/bravos, mas, procurando e perguntado, tem uma prainhas melhores, mais tranquilas. Tem pousadas para todos os gostos de bolsos. Eu particularmente prefiro ficar em alguma pousada ou hotel na linha da praia. Frente ao mar. Mas tem outras muito boas em locais por perto.

Outro detalhe: Não é praia, mas tem um lugar lindo perto de Gostoso e de Maracajaú (o Tao Paradise) que é muito bom para passar o dia (tem almoço legal e o local é lindo)!

No TAO, eu e minha vida boa!

Com amigas no TAO. Dia de mulheres uhuuu!

E para quem estiver com criança, Maracajaú é uma boa pedida (lá tem um parque interessante, o Manoa, mergulhos e outras atrações)!

Até o próximo post sobre mais praias do RN!

Em Areia Preta, uma das praias urbanas de Natal (tem no post anterior). Foto brega (risos), mas tem que ter, né? 😉 Durante uma de minhas caminhadas dominicais!

 

Avalie esta postagem


Engenheira por formação, fez doutorado em Madrid onde começou sua paixão pela Europa. Aprendeu, com seus pais, desde criança a gostar de viajar. Adora viajar e diz que “sem viajar não me reconheço”! Escreve sobre suas viagens pelo mundo afora de forma divertida e leve. Escritora por hobby, além desse blog tem dois livros de viagens publicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...